Mamoplastia Redutora – Redução de Mamas em Niterói

Mamoplastia Redutora – Redução de Mamas em Niterói

A mamoplastia redutora é um dos procedimentos mais comuns dentro da Cirurgia Plástica, pois além de ser indicada para melhorar a forma da mama, também é usada como prevenção de problemas causados por mamas muito grandes (gigantomastia) ou como recurso complementar no tratamento profilático de certas doenças da mama (casos especiais).

Mulheres com mamas muito grandes ou gigantomastia costumam apresentar problemas como dor na coluna, irritação cutânea, prurido, assaduras no sulco mamário que atrapalham bastante no dia a dia. Na mamoplastia redutora, as mamas são reduzidas e reposicionadas, se necessário, além de terem o excesso de pele retirado.

Indicação

Redução, reposicionamento e retirada do excesso de pele das mamas.

A redução de mamas em uma ilustração antes e depois. A cirurgia devolve  a autoestima de uitas mulheres.

A redução de mamas em uma ilustração antes e depois. A cirurgia devolve a autoestima de uitas mulheres.

Anestesia utilizada

Anestesia geral, peridural ou local, dependendo do caso.

A cirurgia de redução das mamas deixa cicatrizes? Onde se localizam?

As cicatrizes da mamoplastia redutora se situam na região periareolar e no pólo inferior da mama formando um T invertido.

Tempo de cirurgia

Em média, de 90 a 120 minutos. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de centro cirúrgico, pois, esta envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. O seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Tempo de internação

Em geral 24 horas.

Tempo de recuperação

A paciente pode retomar as atividades cotidianas em três semanas. Os exercícios físicos relativos aos membros inferiores poderão ser reiniciados entre 10 a 15 dias, evitando-se o “alto impacto”. As atividades que envolvam o tórax, geralmente devem aguardar além de 30 a 45 dias.

Resultado final

Apesar do resultado imediato ser muito bom, somente na fase denominada de “período tardio”, entre o 12º e 18º mês, é que as mamas atingirão a sua forma definitiva.

A correção das mamas assimétricas pode ser realizada com a redução de uma das mamas quando de mamas grandes.

A retirada de tecido e o reposicionamento da aréola demosntrados nesse desenho. A cicatriz mais comum é em forma de pirulito.

RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS

– Comunicar-se conosco até a véspera da operação, em caso de gripe, indisposição ou antecipação do período menstrual;
– Internar-se no hospital ou clínica indicada na guia de Internação, obedecendo ao horário estabelecido;
– Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito fartas na véspera da cirurgia;
– Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja utilizando por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também certos diuréticos;
– Programe suas atividades sociais, domésticas, profissionais ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente quatro dias.

RECOMENDAÇÕES PÓS- OPERATÓRIAS

– Evitar esforços nos 8 primeiros dias; – Não movimentar os braços em excesso. Obedeça às instruções que lhe serão dadas no momento da alta hospitalar, relativas à movimentação dos membros superiores ou massagens;
– Evite molhar o curativo até que seja autorizada a fazê-lo;
– Não se exponha ao sol até segunda ordem;
– Obedeça à prescrição médica;
– Alimentação normal (salvo casos específicos que receberão a devida orientação), a partir do segundo dia, principalmente à base de proteínas (carnes, leite, ovo) e vitaminas (frutas);
– Voltar ao consultório para curativos subsequentes nos dias e horários estipulados;
– Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de esquecer-se de que foi operada recentemente. Cuidado! Esta euforia poderá levá-la a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos;
– Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire com seu cirurgião plástico e, somente com ele, as suas eventuais dúvidas.

Ouvi dizer que algumas pacientes ficam com cicatrizes muito visíveis. É verdade?

Certas pacientes apresentam tendência à cicatrização hipertrófica ou ao quelóide. Essa tendência, entretanto, poderá ser avaliada, até certo ponto, durante a consulta inicial, quando lhe são feitas uma série de perguntas sobre sua vida clínica pregressa, bem como a análise das características familiares, que muito nos ajudam quanto ao prognóstico das cicatrizes. Geralmente, as pessoas de pele clara não tendem a esta complicação cicatricial. Já as pessoas de pele morena têm maior predisposição ao quelóide ou à cicatriz hipertrófica. Isto, entretanto, não é uma regra absoluta. A análise dos antecedentes, como já dissemos, nos facilitará o prognóstico cicatricial, assim como a análise de eventuais cicatrizes prévias.

A região da incisão e a linha resultante da cicatriz mais comum da mamoplastia de redução.

A região da incisão e a linha resultante da cicatriz mais comum da mamoplastia de redução.

Existe correção para as cicatrizes hipertróficas?

Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar as cicatrizes antiestéticas na época adequada. Não se deve confundir, entretanto, com a evolução natural do período mediato da cicatrização. Qualquer dúvida a respeito da sua evolução cicatricial deverá ser esclarecida com o seu cirurgião, que fará a avaliação do estado em que se encontra a cicatriz.

Cicatrizes possíveis na redução de mamas.

Cicatrizes possíveis na redução de mamas. Quanto maior o tamanho das mamas, maior a cicatriz resultante.

Como ficarão minhas novas mamas em relação ao tamanho e consistência?

A consistência ficará normal e o tamanho dependerá do que foi acordado na consulta inicial, além de fatores determinantes como biotipo, assimetria mamária prévia, idade e outras características individuais avaliadas caso a caso. De qualquer forma a evolução segue uma cronologia detalhada à seguir:

A – PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º dia. Neste período, apesar das mamas se apresentarem com aspecto bastante melhorado, sua forma e volume ainda estão aquém do resultado planejado. Lembre-se desta observação: nenhuma mama será “perfeita” no pós-operatório imediato.

B – PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 3º mês – Neste período, a mama começa a apresentar uma evolução que tende à forma definitiva. São características deste período: um maior ou menor grau de “inchaço” das mamas. Além disso, o aspecto cicatricial encontra-se em plena fase de transição. Apesar da euforia da maioria das pacientes, já neste período, costumamos dizer às mesmas que seu resultado ficará melhor ainda, pois, esta será a característica do período tardio.

C – PERÍODO TARDIO: Vai do 3º até o 18º mês. É o período em que a mama atinge o seu aspecto definitivo (cicatriz, forma, consistência, volume, sensibilidade, etc.) É neste período que costumamos fotografar os casos operados, a fim de compará-los com o aspecto pré-operatório de cada paciente.

No caso de nova gravidez, o resultado permanecerá ou ficará prejudicado?

As alterações mamárias durante a gravidez ocorrerão independentemente da cirurgia realizada. A amamentação não será prejudicada.

mastoplastia

A redução de aréolas é bastante comum no procedimento de mamoplastia de redução.

O pós-operatório desta cirurgia é doloroso?

Geralmente não. Este pós-operatório é bastante confortável, desde que você obedeça às instruções médicas, principalmente no que diz respeito à movimentação dos braços nos primeiros dias. Eventualmente, poderá ocorrer dor, que ser facilmente controlada com os analgésicos receitados pelo seu médico. Evite a automedicação.

São utilizados curativos?

Sim. São usados curativos elásticos e modelantes, especialmente adaptados a cada tipo de mama e sutiã apropriado.

Quando são retirados os pontos?

Geralmente, são utilizados pontos que são retirados até o 14º dia de pós-operatório.

Quando poderei tomar banho completo?

Dependendo do caso, até no dia seguinte à cirurgia. Tudo irá depender da evolução da sua cirurgia, assim como o tipo de curativos, observando-se apenas os cuidados especiais que serão explicados pelo seu médico.

Qual a evolução pós-operatória?

Você não deve se esquecer de que, até que se atinja o resultado almejado, as mamas passarão por diversas fases. Se lhe ocorrer a preocupação no sentido de “desejar atingir o resultado definitivo antes do previsto”, não faça disto motivo de sofrimento: tenha a devida paciência, pois o seu organismo se encarregará espontaneamente de dissipar todos os transtornos imediatos que, infalivelmente, chamarão a atenção de alguma pessoa que não se furtará à observação: “Será que isto vai desaparecer mesmo?” É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser transmitida ao seu médico que lhe dará os esclarecimentos necessários para sua tranquilidade.


Outros posts que você vai gostar:

  • mamas-aumento Mamoplastia de aumento: o básico que você precisa saber

    Vias de Acesso: São 3 as principais vias de acesso (incisões). A prótese de mama pode ser colocada de forma periareolar ou seja, em volta da aréola. Através de incisão submamária, no sulco escondido abaixo das mamas ou através de uma corte na axila. Plano anatômico: O plano diz respeito ao local onde a prótese ficará localizada dentro da mama. Existem duas posições possíveis: embaixo da glândula ou abaixo do músculo. [caption id="attachment_328" align="aligncenter" width="500"] Os planos anatômicos mais usados na mamoplastia de aumento.[/caption] Tipos de prótese: Há vários formatos e modelos de próteses de mama, cada uma com uma…

  • tipos-lipo Por que tantos tipos de Lipoaspiração?

    Muitos pacientes me trazem questionamentos sobre os tipos de lipoaspiração, a cirurgia mais requisitada no Brasil e nos Estados Unidos, os líderes de cirurgia plástica em todo o mundo. É bem simples, todos os procedimentos chamados lipoaspiração têm o mesmo roteiro: 1) incisão de poucos milímetros. 2) injeção da Solução de Klein 3) uso de cânula para aspirar a gordura. Assim, atualmente todas as lipoaspirações podem ser chamadas previamente de hidro-lipos pois utilizam a solução de Klein, que entumece a gorduram, facilita o procedimento e elimina diversos riscos. Os nomes técnicos e que muitas vezes são usados comercialmente para "vender…

  • abdominoplastia-niteroi Estou grávida, como faço para evitar uma abdominoplastia posterior?

    A abdominoplastia é uma cirurgia plástica muito comum para mulheres que engravidaram e tiveram grande acréscimo de peso durante a gestação. Obviamente, que neste período, a atenção deve estar voltada para o feto e tudo deve ser feito para nutri-lo de forma adequada, e acredito fielmente que as mamães devem se sentir livres para abusar um pouco de seus desejos, afinal é uma fase única onde o que importa mesmo é a criança que virá ao mundo. Mas se você tem uma gestação tranquila e se preocupa com os resultados estéticos posteriores ao parto, talvez vá gostar de saber os…

  • mini-abdominoplastia Abdominoplastia: 10 coisas que você precisa saber sobre a plástica do abdome

    No ranking das cirurgias estéticas mais desejadas pelas mulheres, a abdominoplastia já está entre as primeiras. Será que quem procura por esse procedimento sabe se os resultados reais combinam com o sonho da barriga sequinha? Segundo um estudo feito pelo instituto de pesquisas Ideafix, a pedido da Mentor Worldwide LLC, fabricante de produtos médicos, a abdominoplastia já ultrapassou a colocação de prótese de silicone nos seios e está em segundo lugar na lista dos procedimentos mais desejados pelas mulheres de 18 a 45 anos, atrás apenas da lipospiração. Reunimos então as 10 dúvidas mais comuns sobre a cirurgia para você…

  • plastica-ex-obeso Cirurgia Plástica para Ex-Obesos – Plástica Pós Grandes Perdas Ponderais em Niterói

    A cirurgia plástica pós-bariátrica ou a plástica para ex-obesos é um conjunto de cirurgias plásticas para corrigir as alterações corporais após grande perda ponderal, mais notadamente a flacidez que é o resultado de toda grande perda de peso, que também pode ser decorrente de dieta natural, sem intervenção. Muito mais comum atualmente, a cirurgia bariátrica e a gastroplastia geram grande número de ex-obesos que têm na cirurgia plástica uma necessidade posterior para melhoria do aspeto estético corporal em várias regiões. O tratamento do ex-obeso é feito em etapas, onde se programa uma cirurgia para cada região. A realização de vários procedimentos em um único…

  • protese-panturrilhas-niteroi Prótese de Panturrilhas – Plástica das Panturrilhas em Niterói

    Pernas bem torneadas são uma das caraterísticas mais desejadas pelas mulheres. A harmonia porém entre coxas e panturrilhas não é muito fácil de se conseguir já que as panturrilhas são difíceis de aumentar através de exercícios. No caso dos homens a dificuldade é a mesma e muitos rapazes que fazem academia sofrem de desproporção entre tórax e braços, a parte superior do corpo, com a parte inferior, as pernas, mais notadamente a "batata da perna", que quando menos volumosa faz com que se ressalte a aparência de pernas finas, incompatíveis com o restante do corpo. Indicação para prótese de panturrilha Aumento estético…

Deixe seu melhor e-mail e receba apenas 1 e-mail mensal com novidades (sem spam)

(Visitado 2.876 vezes, 1 hoje)
Share This